Resultados da pesquisa por: responsive Mostrar/esconder comentários | Atalhos de teclado

  • Zé Fontainhas 24 Nov 2011, às 0:00 Permalink |
    Etiquetas: responsive design,   

    Tenho uma complicada: “responsive design”. O Collins e o Merriam-Webster dizem que é “receptivo, sensível”. Alguém sabe se existe uma tradução mais oficial? Criamos nós uma 😛 ?

     
  • Rúben Martins 22 May 2015, às 14:34 Permalink |
    Etiquetas: , , , ,   

    Que dizem de usarmos o http://www.invisionapp.com/ ou outro semelhante para o desenvolvimento do design? Para alem de termos o trello este invisionapp viria a nos ajudar no design onde todos os integrantes do grupo de design pudessem comentar e expor as suas ideias directamente nos wireframes do site o que acredito que ajudaria imenso a nos manter-mos focados e organizados.

    Que dizem de vossa justiça? 😛

     
    • kareca 22 Mai 2015, às 14:57 Permalink | Inicie a sessão para responder

      *usarmos

      Quanto à minha experiência, é uma ferramenta porreira para mostrar transições e as versões responsive dos projetos (isto na passagem do design -> development).

    • Malik Piarali 22 Mai 2015, às 16:17 Permalink | Inicie a sessão para responder

      Nunca utilizei mas parece uma ferramenta bastante interessante Rúben.

    • Nuno Morgadinho 29 Mai 2015, às 15:15 Permalink | Inicie a sessão para responder

      @ruben-martins é uma ferramenta interessante para quando se pretende uma aprovação formal do design. No caso do site da comunidade acho preferível avançarmos com um starter theme (e.g. foundationpress) e iterar sobre essa base, i.e. o pessoal do design/UX ir propondo/fazendo alterações através de pull requests de html/css.

      A maneira como a comunidade deve funcionar é como o WordPress funciona também: através de patches e pull requests. Tudo o resto é, como diria o @jose-freitas, tesão de mijo.

  • vitorrodrigues 9 Mar 2013, às 11:00 Permalink |
    Etiquetas: Encontros, , , WordPress Porto   

    Aqui ficam algumas ideias para a organização deste meetups. Nós já temos algumas ideias mas gostávamos de saber o que pensa o resto da comunidade.

    • Duração máxima de cada uma das apresentações – 30min?;
    • Debate e troca de ideias – no fim da cada apresentação ou só no fim de todas as apresentações?
    • Tipo de apresentações dos meetups / A que pessoas queremos chegar: Design/Designer (quais os melhores themes? qual a melhor plataforma para sites web responsive, css em geral, etc); Developer (a estrutura de ficheiros do worpress, as funções já existentes do wordpress, etc.); Blogger (como chegar ao maior número de pessoas, quais os melhores plugins, etc.); Empresarial (como fazer dinheiro com serviços wordpress, etc.; Sistemas (segurança, mysql, apache e outros itens a ter em consideração para manter um sistema wordpress)
    • Que tipo de ligação pode haver entre a comunidade e empresas que queiram participar – podem aparecer como sponsors mediante apoio nas despesas?

    Enviem-nos os vossos comentários.

     
  • Luís Miguel Sequeira 26 Sep 2011, às 18:12 Permalink |
    Etiquetas: telemóveis   

    No WordCamp Lisboa 2011, numa curta conversa num pequeno grupinho em torno do Isaac Keyet, criticou-se um pouco a apresentação dele por ser «banal»: toda a gente sabe que hoje em dia ter um site implica pensar nos utilizadores móveis, o que se esperava (para além de mencionar o WP Touch…) era um conjunto de guidelines e sugestões para theme developers terem em conta que os seus themes vão ser vistos em browsers com muito menos pixeis do que estão habituados, e como devem lidar com isso. Essa informação deveria ser pública e extensa (e.g. que plugins usar para detectar a origem dos utilizadores, como desenhar o CSS para manter os elementos de estilo que tornam o site distinto mas mesmo assim com boa visibilidade em browsers com poucos pixeis, uma lista de themes já desenhados tendo em conta os utilizadores móveis e que sirvam de inspiração para best practices, links para artigos discutindo a problemática e com propostas de soluções, etc.).

    O Isaac sugeriu — e muito bem! — que o ideal seria que fosse a própria comunidade (e não a Automattic) a propôr esses guidelines e a publicá-los, talvez no Codex, permitindo assim a sua permanente actualização.

    Não sou de todo web designer, e nunca actualizei nada no Codex, pelo que nem sei como é que se poderia começar uma página destas! O que sugerem?

     
    • Luís Miguel Sequeira 26 Set 2011, às 18:33 Permalink | Inicie a sessão para responder

      Um exemplo (embora seja promocional, claro) do que tínhamos em mente quando falámos com o Isaac: http://www.woothemes.com/2011/09/a-responsive-wordpress-theme/ O artigo da WooThemes não dá propriamente detalhes, mas explica algumas das opções feitas a adaptar o layout para ecrãs de tablets e telemóveis.
    • Álvaro Góis 27 Set 2011, às 10:06 Permalink | Inicie a sessão para responder

      Não sou programador, por isso pouco poderei dizer sobre o motor. Mas gosto disto. Quanto à apresentação do Isaac, creio que, além das dificuldades de comunicação (que prejudicaram imenso), pode ter parecido desfasada, mas a verdade é que nós estamos num país em que a utilização dos dispositivos móveis está ao nível dos mais desenvolvidos. Algumas das questões que ele levanta muitas vezes não nos passam pela cabeça, como as que se referem aos países menos desenvolvidos e às formas como acedem à internet, saltando a etapa desktop. Por outro lado, a opção pelo responsive design não é unânime. Podemos começar a fazê-la fazer a discussão aqui, por exemplo.
    • MAC 27 Set 2011, às 10:47 Permalink | Inicie a sessão para responder

      Olá 🙂 Não sendo nenhum expert, comecei a desenhar sites “mobile” em 2006, já dei algumas cabeçadas e já aprendi uma ou duas coisas com isso… Apesar de ter gostado da apresentação do Isaac, discordo de algumas coisas que ele referiu: Concordo que se deva desenhar um site “mobile friendly”, mas também acho que, em muitos casos, deve existir uma “mobile version” com possibilidade de opção pelo utilizador. É minha opinião (vale o que vale) que na maioria dos casos um utilizador que procura determinado serviço, tem diferentes necessidades enquanto utilizador de um dispositivo “mobile”, ou quando o faz calmamente em sua casa usando um “desktop”. Isto justifica uma diferença entre conteúdos a servir, em detrimento de apenas fazer variar a estética do site por questões de resolução ou tipo de ecrã. – Em tópico próprio terei todos gosto em justificar o meu pressuposto, se alguém tiver paciência para isso. 🙂 No final da apresentação do Isaac tentei questiona-lo sobre isso, mas ninguém viu o meu “braço no ar”, pelo que o fiz em particular já no exterior. 🙂 Ambos esgrimimos argumentos e ambos saímos com as nossas próprias convicções intocadas 😉 – Foi salutar!
    • sergiovieira 3 Out 2011, às 11:27 Permalink | Inicie a sessão para responder

      Para quem usa a framework Thematic pode adicionar um destes layouts à respectiva pasta e obter facilmente um tema responsive (não esquecer depois afinações ao nível das imagens, outros elementos, etc.). Foi o que usei aqui e aqui.
      • Álvaro Góis 3 Out 2011, às 21:58 Permalink | Inicie a sessão para responder

        Gostei. Gostei. Mas é disto que falamos quando falamos de montra, não? Soluções, desenho, conteúdos, opções. O texto não é só para encher, @gaspas, é uma forma de alguns menos versados, como moi meme, perceberem o que distingue uma solução de outra. Uma das discussões que tivemos foi precisamente no sentido de saber como escolher um site para incluir na montra, como o divulgar, o que dizer aos (e dos) autores. Acho que não precisamos de um guião muito rígido, mas algumas questões básicas podem ajudar-nos a estruturar um artigo para apresentar. Quanto à submissão, até agora tem sido na base do “olha, descobri que isto é WordPress… ficava bem na montra, não?”. E depois discute-se. Algumas coisas ficaram em stand by por falta de tempo. Acho que a malta não se deve acanhar. É propor.
    • Vitor Carvalho 3 Out 2011, às 13:17 Permalink | Inicie a sessão para responder

      Desculpem este offtopic, mas não tenho conta para criar um novo thread. Tenho uma pergunta: qualquer um pode pedir uma submissão de sites feitos por si em WordPress aqui http://pt.wordpress.org/ no Showcase?
      • Luís Miguel Sequeira 3 Out 2011, às 17:45 Permalink | Inicie a sessão para responder

        Não acho que seja nada offtopic! De facto liga-se à mesma questão: o espaço para dar exemplos de guidelines para criação de temas etc. também deveria mostrar exemplos de sites nacionais e estar de alguma forma integrado no Showcase… A minha única dúvida tem a ver com “critérios” 🙂 Eu diria que pelo menos o tema deveria ser original, ou, sendo um trabalho derivativo, que apresente alterações substanciais ao original. Isto principalmente para evitar sites de splogging feitos com o Twenty Eleven e apresentá-los como “trabalhos originais de portugueses” 😉 Mas isto é apenas uma opinião minha, claro.
        • Lopo 3 Out 2011, às 17:53 Permalink | Inicie a sessão para responder

          Eu acho que os critérios deveriam ser também a originalidade do conteúdo e/ou do uso que se faz do WP. O design até pode ser pouco modificado mas o que está por debaixo do pano ter grandes alterações e desenvolvimentos. O importante é explicar-se o que se fez porque isso é que pode fazer um site ser exemplo ou não.
      • Zé Fontainhas 3 Out 2011, às 18:41 Permalink | Inicie a sessão para responder

        Vítor, para poderes criar tópicos aqui, basta registares-te.
      • Lopo 3 Out 2011, às 19:21 Permalink | Inicie a sessão para responder

        Não sei se é só comigo mas o site https://wordpress.org/showcase/ não carrega o CSS.
      • gaspas 3 Out 2011, às 20:30 Permalink | Inicie a sessão para responder

        Quanto à tua pergunta, estive a ver e não encontrei nenhum modo de incluir sites no showcase PT. Não a sei se será algum filtro do .org ou se será uma área mais select. Quando á inserção de sites em WordPress PT penso que deveriam preencher uns requisitos ou pelo menos que fossem originais ou de themes modificados. Penso que seria bom para a comunidade mostrar o que se pode fazer e o que já se faz por cá com o WordPress.
  • Álvaro Góis 13 May 2011, às 15:46 Permalink

    Este guia de tradução aguarda há algum tempo por uma actualização profunda. Enquanto isso não é possível, vão ficando algumas indicações sobre erros mais comuns e os termos que já estão fixados na versão portuguesa (glossário).

    Erros comuns

    Maiúsculas/minúsculas – Enquanto na versão original as expressões em títulos tendem maioritariamente a ser em maiúsculas, em português só usamos maiúscula na primeira palavra.

    Advérbios de modo terminados em “mente” – Devem ser usados com parcimónia, de preferência não mais do que um por parágrafo e nunca são acentuados.

    Glossário inglês-português pré-Acordo Ortográfico (rascunho permanente)

    Este glossário é inspirado na versão desenvolvida pelo WP-Brasil, que foi originalmente organizada por Fábio Freitas. Sempre que possível, deve ser um padrão orientador das traduções relacionadas com o WordPress.

    Dado o carácter evolutivo e dinâmico do WordPress e da própria língua portuguesa, os termos propostos não são definitivos e estão sujeitos a constantes alterações e atualizações, pelo que, antes de optar por uma tradução, é útil consultar esta página e, na dúvida, usar este site para aprofundar alguma questão.

    Última atualização: 17 de junho de 2012, às 10:00h.

    A | B | C | D | E | F | G | H | I | J | K | L | M | N | O | P | Q | R | S | T | U | V | W | X | Y | Z

    A

    about = sobre

    activate = activar

    admin bar = barra de administração

    archives = arquivo (no singular)

    are you sure you want = Tem a certeza que pretende

    aside = aparte

    aspect ratio = rácio largura:altura ??

    at the top = na parte superior, no topo (conforme o contexto) ??

    at the bottom = na parte inferior, na base (conforme o contexto) ??

    auto-embeds = incorporação automática

    topo

    B

    backup (s) = backup (masc.), cópia de segurança

    backup (v) = fazer backup, cópia de segurança

    banner (s) = banner

    batch (s) = lote

    batch (adj) = em lote

    blogroll = lista de ligações

    browse = procurar – quando a tradução remete para uma acção óbvia, pode omitir-se. P.e.: “You are currently browsing the archives for…” traduzir por “Está no arquivo de…”

    browser = navegador

    by default = por omissão

    topo

    C

    Can’t = não é possível

    Couldn’t = não foi possível

    captioning ID – ID de legenda (fem.)

    cheating, uh? = A fazer batota? ??

    check (v) = marcar ou confirmar (conforme contexto)

    check out = consultar

    child theme = tema subordinado, tema derivado, tema dependente ?? 2010.05.19

    clear = limpar, revisto (conforme contexto) ??

    closed = fechado

    complete = concluído/concluída

    connect to x = ligar a x ou ligar-se a x

    content = conteúdo

    core = núcleo (da aplicação, de arquivos) ??

    crop (v) = recortar

    customization = personalização

    topo

    D

    database = base de dados

    deactivate = desactivar

    default (s) = por omissão

    default (adj) = por omissão (invariável – sem plural)

    delete = eliminar, excluir

    design = design

    disable = desativar

    display (v) = mostrar, exibir

    display (s) = exibição

    Don’t be stupid = Não invente… ??

    done = concluído

    download (s) = descarregar

    download (v) = descarregar

    draft = rascunho

    topo

    E

    e-mail = email (sem hífen)

    embed (v) = incorporar, incorporar conteúdo

    embed(s), embedded (s, adj) = conteúdo(s) incorporado(s), incorporação(ões) (conforme o contexto)

    enable = ativar

    enter = digite ??

    entry = artigo, entrada (conforme o contexto) ??

    excerpt = resumo

    topo

    F

    feature (n) = recurso, funcionalidade (conforme o contexto) ??

    feeds = feeds

    fetch = procurar, recolher (conforme o contexto)

    Freshly Pressed = Notícias frescas (ou Acabadinhas de sair…)

    freshness = atualidade, tempo desde a publicação

    font = fonte

    first name = nome

    frame = frame ??

    topo

    G

    gatekeeper = guardião ??

    global dashboard = painel geral

    topo

    H

    header = cabeçalho

    help on = ajuda sobre

    hidden Gui = GUI oculta ??

    hosting = alojamento

    hosting provider = fornecedor de alojamento

    hotkeys = teclas de acesso, acesso rápido ??

    hot tag = tag popular

    topo

    I

    ID = ID (fem.)

    invoke URLs = chamar URL (acrónimos NUNCA têm plural, muito menos com ‘s)

    topo

    J

    topo

    K

    keep in mind that = lembre-se que ??

    key master = admin-mestre ??

    topo

    L

    last name = apelido

    latest = mais recentes

    link = link, ligação ?? 2011.05.19

    log = registo, relatório

    log in = login

    log out = logout

    loop (n) = loop (masc.)

    loop (v) = fazer loop

    topo

    M

    malware = malware (masc.)

    manage = gerir

    mapping (s) = mapeamento

    mapping (v) = a mapear

    matching x = correspondente a x

    media = (conteúdo) multimédia (conforme o contexto)

    moderate – moderar

    topo

    N

    newest = mais recente

    nickname = alcunha

    no x found = nenhum x encontrado

    topo

    O

    offine = offine (sem hífen)

    online = online (sem hí­fen)

    on/off (adj) = ativo/inativo

    Open Source = Código Aberto

    Oops = Caramba

    Ordered list (ol) = lista ordenada

    topo

    P

    parent category = categoria principal, categoria de topo ??

    parent theme = tema principal

    password strength = nível de segurança da senha

    permalink = link permanente ??

    pingback = pingback (masc.) ??

    plugin = plugin (sem hí­fen)

    post (n) = artigo

    post (v) = publicar

    prefetch = pré-carregar

    preview = pré-visualizar (v)

    preview = pré-visualização (s)

    topo

    Q

    query = consulta

    topo

    R

    RSS feed = feed RSS

    rating = classificação

    Reblog = Republicar

    Reblogged = Republicado

    Reblogging = Republicar

    refresh (v) = atualizar

    reply to (v) = responder a

    request (v) = solicitar

    reset (v) = recomeçar, valores padrão (conforme o contexto)

    respond to (v) = responder a

    responsive design = design responsivo

    Rich Editor = Editor visual

    role = função

    topo

    S

    save = guardar

    saved = guardado(a)

    schedule (n) = agenda

    schedule (v) = agendar

    scheduled = agendado

    search(s) = procura

    search(v) = procurar

    search engine – motor de pesquisa

    search for = procurar

    secret key = chave secreta

    settings = opções, configurações (conforme o contexto) ??

    set a password – definir uma senha

    show – mostrar

    shuffle = baralhar, desordenado/sem ordem ??

    sidebar = barra lateral 2011.05.19

    slug = slug (masc.)

    so you cannot = logo, não é possível (conforme o contexto)

    soon (adv) = em breve

    spam = spam (em minúsculas)

    start (s) = início

    start (v) = iniciar, começar ??

    state-of-the-art = de vanguarda ou avançado ??

    status = estado, status ??

    sticky = fixo

    stretch to fit – ajustar ao tamanho, aumentar para ajustar tamanho

    submit = enviar

    topo

    T

    tab = separador

    tag = etiqueta

    tagline = assinatura ??

    target = destino

    template = modelo

    theme = tema

    then = então

    throttling = controlo de fluxo

    timezone = fuso horário

    trackback = trackback (masc.)

    trash = lixo, mover para o lixo

    topo

    U

    URL = URL (masc.) [acrónimos NUNCA são pluralizados, muito menos com ‘s ]

    undelete (v) = restaurar, recuperar ??

    unordered list (ul) = lista não ordenada

    username = utilizador, nome de utilizador (conforme o contexto)

    upload(s) = carregamento, carregado

    upload(v) = carregar

    topo

    V

    view (s) = visualização

    view (v) = ver

    topo

    W

    warning = atenção

    website = site (masc.)

    widget = widget (masc.)

    with success = bem sucedido, sem problemas ??

    write = escrever, gravar, guardar (conforme o contexto)

    topo

    X

    topo

    Y

    you are about to = está prestes a

    you are not allowed to = não tem permissão para

    you can just/only = basta, só pode (conforme o contexto)

    you cannot to = não tem permissão para

    you must have x = deve ter x

    topo

    Z

    zorglub = zorglub

    topo

     
c
compor novo artigo
j
próximo artigo/próximo comentário
k
artigo anterior/comentário anterior
r
responder
e
editar
o
mostrar/esconder comentários
t
voltar ao topo
l
iniciar a sessão
h
mostrar/esconder ajuda
shift + esc
cancelar